Fotografia, Cotidiano e Contemporaneidade: Imagens Amazônidas por entre Rios, Ruas e Florestas

O Projeto consiste em uma proposta de pesquisa científica que envolve a imagem e o imaginário da semiosfera amazônida-paraense diante de sua representação social. Tal proposta vem sendo pensada a partir de estudos desenvolvidos no campo da fotografia que articulam linguagem visual, cultura visual, tomando como base as narrativas fotográficas que transversalizam modos de pensar a fotografia como um processo de experimentação estética de criação através da arte, da percepção, e da comunicação. Em linhas gerais, as questões que orientam a investigação podem ser assim sintetizadas em: olhar sobre as imagens que o cotidiano do amazônida revela e, de como estas fotografias se constituem em reflexos da própria prática no espaço-tempo; a cultura, a história e a comunicação, como processos semióticos; a imagem visual e simbólica de traçados culturais, imagem-imaginário-memória, e; a fotomorfose (conceito em construção), enquanto processo humano de evolução da percepção visual sob a ação da luz contida na gênese fotográfica. Em termos metodológicos o trabalho será pensando por meio de um percurso bibliográfico e documental, e pesquisas de campo para vivência e captação das imagens. Nessa perspectiva, a pesquisa toma como referencial de estudo autores como: Gaston Bachelard, Roland Barthes, Néstor García Canclini, Gilbert Durand, João de Jesus Paes Loureiro, Yuri Lotman, Milton Santos.

Coordenação: Prof. MSc. Carolina Maria Mártyres Venturini

Contato: cventurini@ufpa.br / carolinammventurini@gmail.com