Apropriações da Narrativa Transmídia pelo Jornalismo: Novas Relações, Formatos e Processos Produtivos

As múltiplas dimensões da convergência provocam desafios importantes ao campo jornalístico, sejam de natureza técnica, ética, de formação e/ou produtiva. Esses desafios vão além da produção de conteúdo para multiplataformas e da hibridização de linguagens de diferentes suportes midiáticos. Pode-se dizer que estão, sobretudo, nas relações dos jornalistas com o público, com os colegas, com as empresas e consigo mesmo, como também estão em sua formação técnica, que precisa estar acompanhando e se adaptando aos novos tempos. Esses desafios estão, ainda, nos valores éticos dos profissionais, na estrutura das empresas que sofrem a pressão de concorrências cada vez mais acirradas e nas formas de distribuição de conteúdo e de gestão de pessoas. São desafios provocados pelos processos de convergência que, cada vez mais e contraditoriamente, trazem à tona situações de divergências nos processos sócio-comunicacionais. Para compreendermos como o jornalismo convergente e seus efeitos vêm afetando os processos produtivos jornalísticos e refletir sobre desafios e dilemas que se descortinam com a adoção de novas práticas e narrativas impulsionadas, sobretudo, pelas novas tecnologias de comunicação, partimos da análise de determinados veículos que circulam em esferas nacional e local e em plataformas distintas. O objetivo principal é perceber as manifestações da narrativa transmídia (um dos resultados dos processos de convergência no campo da comunicação) na produção jornalística.

Coordenação: Prof. Dra. Elaide Martins da Cunha

Contato: elaide@ufpa.br