ARTESÃOS RECLAMAM DAS CONDIÇÕES DA PRAÇA DA REPÚBLICA

Publicado por facom em 5 de abril de 2017 às 15:01

Feirantes dizem que atraso nas obras de revitalização prejudicam o comércio aos domingos. Prefeitura garante que trabalho será retomado na primeira semana de abril

Texto e fotos: Sarah Quaresma

A feira de artesanato que ocorre todos domingos na praça da República vem sendo prejudicada pela falta de infraestrutura e investimentos da prefeitura de Belém, segundo os artesãos e comerciantes que atuam no local. Com o atraso na entrega das obras de revitalização da praça, os trabalhadores temem que o movimento diminua.

Praça-da-República-1
Buracos atrapalham o trânsito de pedestres na praça da República

Todos os domingos a feira recebe diversos visitantes de diferentes localidades. Alguns são compradores, mas pessoas de fora também vão à praça para expor o seu trabalho. Como é o caso de Thays Santos, artesã que vende suas peças feitas de aço cirúrgico na feira. Moradora de Benevides, ela viaja pelo Estado para comercializar suas bijuterias. Para Thays, a praça é um ambiente muito bom, não só para venda, mas também para o lazer.

Miguel Carneiro, comerciante de pedras preciosas, porém, reclama que a praça está muito deteriorada. “Já vi várias pessoas tropeçando e caindo por causa dessas pedras portuguesas soltas por aqui. Desse jeito, vão acabar afastando todos”, disse ele, que já trabalha no local há 15 anos.

As más condições são visíveis. O chão esburacado atrapalha a passagem de quem está por lá. Aos domingos, quando chove, os trabalhadores são bastante prejudicados. Devido ao abandono da prefeitura, os artesãos estão perdendo patrocinadores que antes lhes forneciam lonas para se proteger da chuva.

Elizabeth Dias é artesã e membro da associação dos trabalhadores da praça. Está no local todos os domingos desde 1996. Ela conta que quem expõe suas peças na feira regularmente paga um valor mensal de R$ 45,00. “Esse dinheiro é para ajudar a nos manter aqui. Mas não é o suficiente. Enquanto a prefeitura não finalizar as obras, os patrocinadores não vão querer investir com a praça nesse estado. Nós somos bastante prejudicados por isso”, afirma Elizabeth.

Praça-da-República-2
Feirantes dizem que o movimento caiu em função dos problemas

Em nota, a Prefeitura de Belém informou que as obras de revitalização foram desaceleradas devido ao período de chuvas, mas já serão retomadas na próxima semana, inclusive o conserto das pedras portuguesas.

Ainda não é possível precisar a data de conclusão do projeto, informa a Prefeitura, por questões financeiras e alguns ajustes que foram solicitados pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). A Prefeitura ressalta que já foram entregues coretos e outros monumentos da praça, além de banheiros públicos e o novo posto da Guarda Municipal. A Secretaria de Economia (Secon), diz a nota, já iniciou o processo de compra das novas coberturas das barracas da feira, que serão trocadas ao fim da reforma.

VOLTAR
MAIS NOTÍCIAS